Paises da Ásia e da América Latina como Equador, Venezuela e Colômbia fazem uso do bambu na construção civil a milhares de anos, sendo que no Equador, na cidade de Guaiaquil, existem casas construídas inteiramente com bambu.
No Brasil, o clima é bom para o plantio, e os valores da cultura do bambu podem ser de grande interesse social. O motivo pelo qual ele não é utilizado em larga escala no Brasil é que além de não existir matéria prima disponível, pois não existe mercado consumidor que demande sua produção, a legislação brasileira não permite utilizar material de fácil combustão dentro do perímetro central.
Numa casa o bambu pode estar presente em tudo. A durabilidade desse material para a construção civil é comprovada considerando-se a quantidade de obras construídas pelos povos asiáticos, tudo depende do trato que se da ao material e da tecnologia empregada.
O bambu pode substituir o ferro em construções de casa, muros, prédios, e etc. No Japão, China e Índia são encontradas casas, prédios de até oito metros de altura, pontes e etc.
Construir casas mais econômicas e escolas no mesmo estilo, de maneira a atender às necessidades da população estudantil e resolver o problema habitacional, pode ser viabilizado pelo bambu, pelo menos em parte.
Como cobertura tanto para casa como para escolas a exemplo do que já se faz em países como a Colômbia, pode-se economizar muito e construir em grande escala.

Mais >

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Artigos Relacionados: