Apenas em 2013 quase 70 milhões de pneus foram produzidos no Brasil e a mesma quantidade descartada, na maioria das vezes, de forma irregular.

Enquanto uma folha de papel se decompõe em, no máximo, 6 meses, um pneu demora cerca de 600 anos para se degradar. Este é um dado importante e deve ser levado em conta, já que estes são objetos volumosos que precisam ser armazenados em condições apropriadas para evitar riscos de incêndio e a proliferação de mosquitos, o que compromete a saúde pública. No Brasil, a população os abandona em aterros sanitários, beiras de estrada, cursos d´água e alguns são até mesmo enterrados.

Formas inadequadas de disposição de pneus e suas consequências no ambiente

  • Jogados em terrenos baldios, acumulam, por causa de seu formato, água da chuva no seu interior, servindo de local onde os mosquitos transmissores de doenças, como a dengue e a febre amarela, colocam seus ovos.
  •  Colocados em lixões, misturam-se com o resto do lixo, absorvendo os gases liberados pela decomposição, inchando e estourando. Acabam sendo separados e abandonados em grandes pilhas em locais abertos, junto a esses lixões.
  • Queimados, podem causar incêndios, pois cada pneu é capaz de ficar em combustão por mais de um mês, liberando mais de dez litros de óleo no solo, contaminando a água do subsolo e aumentando a poluição do ar. Saiba então que isto é proibido pela legislação ambiental.

Com criatividade é possível fazer uso de pneus em decorações de diversos ambientes que vão do mais despojado até o luxuoso. São dicas muito legais para quem quer inovar algum espaço da casa e procura uma ideia diferente ou deseja dar uma utilidade à algum pneu que poderia ser jogado fora.

Eis algumas sugestões:

Fonte: http://www.architecturendesign.net

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe!
  • Print
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Yahoo! Buzz
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Add to favorites
  • email
  • LinkedIn
  • Live
  • Orkut
  • RSS
  • Technorati
  • Digg
  • MySpace
  • Tumblr

Artigos Relacionados: