Alguns dados preocupantes;
O problema da água e do saneamento é o coração de não somente dos problemas relacionados à segurança ambiental, mas também à segurança alimentar e saúde. Hoje, estima-se que 41% da população global, ou seja, 2,6 bilhões de pessoas, não possuam acesso a saneamento básico e 42.000 pessoas morrem toda semana por consumirem água poluída por material fecal. Este problema é mais grave em países como a Índia, China, muitos países da África e alguns países da América Latina. (RAMANI, 2008).
Cerca de 90% do esgoto no mundo é despejado no meio ambiente com pouco ou nenhum tratamento (ESREY et al., 2001). No ano 2000, a taxa de mortalidade relacionada a doenças causadas pela falta de saneamento atingiu 2,2 milhões de pessoas. Mais de 2 bilhões de pessoas foram infectadas com vermes parasitas, em sua maioria crianças com menos de 5 anos, com 300 milhões destas sofrendo de doenças (WERNER, 2004).
Além disso, a cobertura do saneamento no meio rural não chega à metade da cobertura da zona urbana, sendo que 80% das pessoas que carecem de saneamento apropriado (2 bilhões de pessoas) vivem nas zonas rurais, das quais aproximadamente 1,3 bilhões somente na China e na Índia. E, ainda que, entre 1990 e 2000 um grande número de pessoas conseguiu acesso aos serviços de saneamento, (por volta de 816 milhões de pessoas conseguiram acesso ao abastecimento de água e 747 milhões a instalações de saneamento), os aumentos percentuais da cobertura parecem modestos devido ao crescimento da população mundial (OMS/UNICEF, 2000).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe!
  • Print
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Yahoo! Buzz
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Add to favorites
  • email
  • LinkedIn
  • Live
  • Orkut
  • RSS
  • Technorati
  • Digg
  • MySpace
  • Tumblr

Artigos Relacionados: