Segundo o Dicionário Michaelis moradia é “um lugar onde se mora, casa de habitação; domicílio, residência. 2 Lugar onde existe habitualmente uma certa e determinada coisa. 3 Estada, permanência, residência [...]”

“OS DADOS DAS NAÇÕES UNIDAS MOSTRAM QUE 52,3 MILHÕES DE PESSOAS VIVIAM EM FAVELAS BRASILEIRAS EM 2005, 28% DA POPULAÇÃO DO PAÍS.”

As condições de moradia em um país estão intimamente relacionadas com os problemas sociais enfrentados. A habitação é um fator chave para a qualidade de vida da população.

O Brasil ainda conta com um déficit habitacional de sete milhões de moradias. Segundo o Ministério das Cidades,a maior parte desse déficit (83%) está concentrado entre as famílias de baixa renda.

No âmbito governamental, o órgão responsável pela questão de moradia é a Secretaria Nacional de Habitação – SNH, que faz parte do Ministério das Cidades. Ela é responsável por acompanhar e avaliar, além de formular e propor, os instrumentos para a implementação da Política Nacional de Habitação, em articulação com as demais políticas públicas e instituições voltadas ao desenvolvimento urbano, com o objetivo de promover a universalização do acesso à moradia. Nesse sentido a SNH desenvolve e coordena ações que incluem desde o apoio técnico aos entes federados e aos setores produtivos até a promoção de mecanismos de participação e controle social nos programas habitacionais. Cabe ainda à SNH coordenar e apoiar as atividades referentes à área de habitação no Conselho das Cidades.

OS PROGRAMAS E AÇÕES NO ÂMBITO DA SECRETARIA SÃO DESENVOLVIDOS PELOS SEGUINTES DEPARTAMENTOS:

DHAB – Departamento de Produção Habitacional;
DICT – Departamento de Desenvolvimento Institucional e Cooperação Técnica;e
DUAP – Departamento de Urbanização de Assentamento Precários.

Conheça os programas e ações da Secretaria Nacional de Habitação

Cada vez até mais tarde no sistema de ensino ou empurrados para trabalhos precários, os jovens vêem hoje prolongada a sua dependência da família. É necessária uma política de apoio à habitação jovem, como forma de estimular a emancipação e a independência da juventude.

Uma das alternativas encontradas é a construção de políticas públicas de habitação, com a participação popular, através de um sistema de autogestão em regime de mutirão. No entanto, apesar de ser uma das mais eficientes formas de aumentar o número de moradias, ainda é pouco difundida no Brasil.

A seguir, algumas organizações e movimentos que trabalham com essa temática:

Ação Moradia (MG) – A ONG Ação Moradia, também conhecida por Pastoral da Moradia, é uma associação de interesse público, reconhecida como de utilidade municipal, estadual e federal inscrita no Conselho Nacional de Assistência Social sob n. RO124/2004 sem fins lucrativos, de caráter beneficente, assistencial, educativo e cultural, tem por finalidade básica prestar serviços gratuitos, de forma permanente, sem qualquer discriminação, e congregar iniciativas comunitárias, objetivando a promoção humana junto às comunidades de baixa renda. Tem por missão “Promover o desenvolvimento de comunidades de baixa renda através de ações em capacitação profissional, segurança alimentar e construção de tijolos ecológicos, com ênfase na família.”

Mais informações

Comissão das Nações Unidas para Assentamento Humano – Essa comissão tem como missão promover o desenvolvimento de assentamentos, estabelecimentos humanos social e ambientalmente sustentáveis e a realização de abrigo adequado para todos.

Mais informações

Habitat for Humanity – A Habitat para a Humanidade (HPH) é uma organização global não-governamental que tem como meta principal a eliminação de todas as formas de moradia inadequada no mundo. No Brasil, desenvolve comunidades viabilizando condições dignas de habitabilidade e priorizando o conceito da Produção Social do Habitat, oportunizando, assim, que famílias e comunidades em situação de vulnerabilidade tenham um lugar digno para viver.

Mais informações

Moradia e Cidadania – Criada pelos funcionários da Caixa Econômica Federal, a ONG Moradia e Cidadania busca “Promover a cidadania para a população socialmente excluída, por meio da educação e da geração de trabalho e renda, e do apoio a ações de combate à fome e à miséria”. A organização posasui representação em todos os estados brasileiros.

Mais informações

União dos Movimentos de Moradia (SP) – Em alguns estados, há movimentos organizados pela luta por moradia, como é o caso de SP, onde se encontra a União dos Movimentos de Moradia, que tem como princípios a construção de movimentos populares de base, com democracia interna, organização horizontal e autonomia, na defesa do direito à moradia e à cidade, de políticas públicas com participação popular e da autogestão como ferramenta de construção de cidadania.

Mais informações

União Nacional por Moradia Popular – A União Nacional por Moradia Popular é um movimento que defende a proposta auto-gestionária, o direito à moradia e à cidade e a participação popular nas políticas públicas e radicalmente contra os despejos. Atualmente possui representação em 19 estados brasileiros.

Mais informações

LINKS

LINKS POR ESTADO

Amazonas

Ceará

Maranhão

Paraíba

Rio Grande do Norte

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe!
  • Print
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Yahoo! Buzz
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Add to favorites
  • email
  • LinkedIn
  • Live
  • Orkut
  • RSS
  • Technorati
  • Digg
  • MySpace
  • Tumblr

Artigos Relacionados: